24 prestações

você reclama quando chove

reclama quando faz sol

fuma cigarros demais

come e dorme demais

quando não está no trabalho está sem camisa suando em cima do sofá

com suas unhas encravadas

seus dentes mal escovados

falando bem ou mal do governo, quem se importa

que eu deveria fazer algum curso em vez de ficar vendo novela

que todo mundo é burro e que o tempo vai provar como você

sempre esteve certo

com relação a tudo


de vez em quando inventa de querer cozinhar

e não desiste de me perguntar se ficou bom

até eu concordar


de vez em quando resolve passar o aspirador em casa

o que significa que tenho de limpar alguma coisa também

do contrário mais tarde você vai dizer que eu não faço nada

de vez em quando fica bêbado e vem querer transar comigo

mas

sempre acaba de pau mole antes da hora H


não tira o escorpião do bolso

pendura seus comprovantes na porta da geladeira pra eu saber

o quanto você gastou

sair pra você é me levar para comer pizza na padaria

minha família você diz que não presta

mas tenho que aguentar todos os bêbados da sua nas festas de aniversário


do meu você nunca se lembra

mas eu não me importo mais

porque

um belo dia

você vai acordar com a boca cheia de formigas, meu bem

sem saber que quando não estava

acontecia de tudo

em cima da cama que você pagou em vinte e quatro

prestações



Gilberto Sakurai “O Maldito Escritor” – 2014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s